Como se comportar

 

 Como devo me comportar em uma reunião?

 

1.        Participe de todos os compromissos assumidos, mesmo que a chuva, o frio ou o calor dêem vontade de não ir;

 2.        Se poucos forem à reunião, valorize estes. Poucos fiéis produzem mais que muitos infiéis;

 3.        Programe-se para não chegar atrasado. Se isso acontecer, entre em silêncio e preste atenção no assunto que está sendo abordado antes de querer falar. Nada de querer cumprimentar um a um. Ao final da reunião, desculpe-se com os demais, pois todos merecem respeito: tanto o que chega quanto os que já estão reunidos. Se tiver que sair antes do término da reunião, saia de “fininho”.

 4.        Desligue o telefone móvel celular ou qualquer outro aparelho sonoro;

 5.        Sua presença e participação são importantes nas reuniões. Procure não faltar e lembre-se que não é comportamento do cristão colocar sua atenção na procura de falhas dos irmãos;

 6.        Aceite sempre participar de comissões, ministérios, trabalhos e etc. Alegre-se quando algum integrante do Grupo for convidado a participar de alguma outra atividade. Significa que nosso Grupo está “dando frutos”. Sua compreensão e estímulo vão ajudá-lo a servir melhor;

 7.        Mesmo que o assunto não o agrade, sempre dê sua opinião construtiva. Se isto não for possível, não critique os que opinam;

 8.        Criticar com caridade durante a reunião demonstra sua preocupação com o Reino de Deus. Fora da reunião a crítica passa a ser fofoca;

 9.        As reuniões são para formação, confraternização e crescimento. Não é lugar de queixas, contar casos, doenças e problemas pessoais, a não ser que o momento esteja aberto para isso;

 10.     Para não perturbar a reunião e tirar a atenção de quem está interessado em participar dela, evite conversas paralelas, cochichos ou comentários;

 11.     Ninguém é “dono da verdade”, nem está proibido de mudar sua visão de alguma situação. Respeite as idéias de cada um, mesmo que sejam contrárias às suas. Ouça com atenção, pois pode ser a oportunidade que Deus dá para que você possa entender melhor a vontade d´Ele para aquela situação;

 12.     Domine suas reações negativas e palavras agressivas. Não ajuda em nada ser indelicado ou irônico;

 13.     Participe das reuniões com alegria e interesse, favorecendo o ambiente com sua presença amiga;

 14.     Programe-se para poder participar de todos os eventos; e,

 15.     Que tudo seja feito para honra e glória do Senhor.

 

 

Como devo me comportar quando vou à Igreja?

Igreja:

- Lugar de oração e de cura.
SILÊNCIO: Respeitem a casa de Deus. Lá no altar está o sacrário. A luz é o sinal da presença de Jesus, o Deus 
vivo.

- Ao entrar na Igreja, vá primeiro falar com o dono da casa, com Deus. Depois é que vai rezar para os santos de sua devoção.
- A Igreja não é lugar de conversas, fofocas, risadas etc. Faça isso fora da Igreja. - Não atrapalhe, com sua conversa, as pessoas que estão em oração. Se for muito necessário, fale baixinho. - Porque ficamos em silêncio somente quando o padre está na Igreja? Hei! Isto é muito sério.
- E o respeito a Deus? Ele irá nos cobrar.
- Desligue o celular ao entrar na Igreja. Não seja indelicado com Deus.

Genuflexão:
- Ao entrar na Igreja dobramos o joelho direito até tocar o chão. Ao fazer a genuflexão não precisa fazer o sinal da cruz, somente incline a cabeça.


Sinal da cruz:
- Ao fazer o sinal da cruz nós colocamos a nossa vida debaixo da proteção de Deus e passamos a agir com o poder do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
- Faça o sinal da cruz, corretamente. Há pessoas que nem fazem direito a cruz: fazem uma caricatura, como se estivessem espantando moscas. Fazem com vergonha de serem vistos. Ao fazer o sinal da cruz, não beija a ponta da mão.
- No momento que você recebe a comunhão, lembre-se; Jesus está em você. Então não precisa fazer o sinal da cruz.
- Não se faz o Sinal da Cruz junto com a oração Glória... Apenas incline a cabeça.
- O mais importante na oração não é o que dizemos a Deus, mas o que Deus tem a nos falar. Por isso a  importância de estar em silêncio para ouvir o que Deus tem para nos dizer.
- Vá a Igreja um pouco antes de começar a Missa, mas não para conversar com a pessoa do lado (atrapalhando outras que estão em oração), mas para se colocar em clima de oração.
- Inicie suas orações agradecendo a Deus pela sua vida. Agradeça a Deus por seu amor por você, por nós.
- Não vá à Igreja para criticar as falhas humanas: o padre, o canto desafinado, o comportamento das pessoas etc.
- Faça seu encontro pessoal com a Graça de Deus para não sair de lá do jeitinho que entrou.


Proclamação da Palavra
- Peça para o Espírito Santo te ajudar a receber a Palavra.
- A proclamação do Evangelho não pode ser dividida com nada: barulho, distração, conversas, etc. É como se Jesus, em pessoa, se colocasse diante de nós para falar daquilo que mais nos interessa.
- Aos três pequenos sinais da cruz; na fronte, na boca, e sobre o coração, indicam que Cristo deve reinar em nossos pensamentos, em nossas palavras e em nossa vida.


Homilia:
- Reze para que o padre se abra ao Espírito Santo e que suas palavras toquem o coração do povo.
- Não leve em conta a pessoa do padre, em si, com seus defeitos, mas o próprio Cristo.

Grupo São João Batista

Mapa do Site

Copyright © 2017